MANJERONA
(Origanum majorana L)


A manjerona ou amáraco, é uma planta herbácea da família das labiadas, a mesma da hortelã, alecrim, orégano, tomilho, poejo, manjericão, melissa e alfavaca entre outras. É originária da África e do Oriente Médio. Era o símbolo da felicidade para os gregos e foi muito usada em sua culinária. Atinge a altura de 30 a 60 cm. e cresce em forma de touceiras. As folhas são pequenas, ovaladas, com 2 cm de comprimento. As flores se aglomeram em espigas formando um pequeno buquê em tons de rosa, branco ou lilás.
CLIMA E SOLO: A manjerona é uma planta de clima tropical, quente e úmido, não tolera temperaturas abaixo de 10C, devendo ser protegida de ventos fortes. Produz melhor em terrenos arenosos, ricos em matéria orgânica decomposta e com boa drenagem. A planta exige boa exposição solar.
PLANTIO: É feito por sementes ou estaquia. O espaçamento é de 30 cm entre as linhas e de 20 cm entre as plantas. As estacas devem ser retiradas dos ramos da planta-mãe e enterradas em dois terços do comprimento, no local definitivo. A melhor época do plantio pode ser realizado no inverno. Para acentuar o aroma das folhas, elimina-se os botões de flor assim que começarem a surgir.
COLHEITA: As folhas são colhidas antes que se formem as flores. É cortada acima de 10 cm do solo para que rebrote. Em boas condições de clima e solo são possíveis até 3 colheitas por ano, durante 2 ou 3 anos.
UTILIDADES: As folhas frescas (de sabor mais suave) ou secas (de sabor mais picante) são usadas em temperos ou em chás. Como tempero a manjerona dá um toque especial aos molhos, patês, sopas, saladas, maioneses e aos pratos de leguminosas (feijão, lentilha, ervilha seca, grão-de-bico etc) e de cereais (milho, trigo, arroz, cevada, aveia, centeio etc). É ideal para peixes e especial para o molho de macarronada. Pode substituir o manjericão no molho pesto e o orégano nas pizzas. Também utilizada nos recheios de frango. As folhas frescas devem ser acrescentadas no fim do cozimento; as secas de 5 a 10 minutos antes de servir. O óleo essencial, extraído das plantas floridas, é utilizado como aromatizante pelas indústrias de bebidas e alimentos. A manjerona é estimulante do aparelho digestivo, combate as cólicas, gazes e gastrite. O chá de manjerona combate a úlcera estomacal e alivia as cólicas menstruais. Em compressas e cataplasmas acalmam as dores reumáticas agem como anti-inflamatório nas pancadas e torcicolos. A inalação com manjerona ajuda a eliminar o muco das gripes, prevenindo a sinusite.

Todos os direitos reservados -- LoucosPorNatureza 2005
WebDesigner

ERVAS AROMÁTICAS